Os primeiros especialistas em oftalmologia, com residência concluída no Tocantins, devem estar formados ao final de 2020. A residência em oftalmologia é feita em Araguaína, a 450 km da Capital, dentro do Hospital de Olhos do Tocantins (HO). Com a melhor estrutura da Região Norte do País, o HO abriu as portas da sua nova sede nesta sexta-feira, 12, para o atendimento de pacientes não só do Estado, mas de toda a região, principalmente do Pará e Maranhão. O Hospital, que já realizava mensalmente mais de mil consultas e 500 exames, foi ampliado e conta com novo espaço, ainda mais moderno e tecnológico.

“A residência médica é um projeto antigo, pois sempre tivemos o desejo de fazer a formação em oftalmologia ser uma realidade no Tocantins. Viemos para cá [Araguaína] em 2011 e percebemos que o Estado era carente de profissionais nessa área. Sempre tivemos o sonho de implantar um Centro de Estudo e Formação de novos profissionais”, afirmou o presidente do HO, Dr. João Arraes, ao mencionar a parceria do Hospital de Olhos com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e o Hospital de Doenças Tropicais e a Prefeitura Municipal de Araguaína (HDT).

A inauguração da nova sede reuniu mais de 300 convidados entre autoridades, empresários, médicos e parceiros. Para o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, o HO é o maior empreendimento privado de saúde da cidade. “A condição que Araguaína oferece em relação a posição geográfica é bastante diferenciada. Em um raio de 360 km temos quase 3 milhões de habitantes, e isso é maior que a população do Tocantins, tendo ainda a questão da logística, já que o acesso à cidade é bem mais fácil para a população residente nas proximidades”, pontuou o prefeito, referindo-se às demais cidades no Tocantins e fronteiriças.

 

Atendimento
O HO, através do Instituto Olhar, realiza atendimento pelo SUS e também oferece consultas e procedimentos a preços acessíveis a população de baixa renda.