Em mais uma ação de combate à criminalidade, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Araguaína, sob o comandado dos delegados José Rérisson Macedo Gomes e Guilherme Torres, prenderam, na manhã desta terça-feira (22) os irmãos, Wesley Silva Mendonça, 22 anos e Wendel Silva Mendonça, 24 anos de idade.

Eles são suspeitos pela prática de um crime de homicídio, o qual vitimou Adriano Venâncio Gomes dos Santos e foram capturados, mediante cumprimentos de mandados de prisão preventiva.

De acordo com as investigações da DHPP, Wendel e Wesley tinham uma desavença com a vítima e passaram a premeditar o crime, sendo que, no dia dos fatos, os irmãos, os quais ocupavam uma motocicleta de cor vermelha, foram até a casa de Adriano. Após chegar ao local, Wendel pulou do veículo e, utilizando um revólver calibre 38, efetuou seis disparos contra a vítima, que veio a óbito.

Logo após o crime, a Delegacia de Homicídios deu início às investigações, que apontaram Wendel e Wesley como sendo os autores do homicídio. Deste modo, a DHPP representou, junto ao Juízo da 1ª Vara Criminal de Araguaína, pela prisão preventiva dos suspeitos, por terem incidido no crime de homicídio duplamente qualificado.

Com o deferimento do Poder Judiciário, os policiais civis cumpriram os mandados de prisão em desfavor dos dois suspeitos. Após os procedimentos cabíveis, Wesley e Wendel foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína, (CPPA) onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.