Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada por policiais civis da 2ª Delegacia de Paraíso, com apoio de agentes da 1ª DPC no final da manhã desta terça-feira, 15, resultou na prisão de Matheus Leão da Silva, 19 anos e na apreensão de sua namorada, uma adolescente de 17 anos, naquele município. Conforme o delegado Diogo Fonseca da Silveira, responsável pelo caso, os dois são suspeitos de praticar vários roubos, em Palmas e foram capturados, quando se encontravam em um hotel, no centro de Paraíso.

Após alguns dias de investigação, a equipe de policiais da 2ª DP, descobriu que o casal saia de Paraíso do Tocantins e seguia para Palmas, onde roubava pessoas que estavam, preferencialmente, em pontos de ônibus da Capital.  Com os suspeitos, foram encontrados e apreendidos vários objetos de origem ilícita, tais como, bolsas, carteiras, mochilas, nove aparelhos celulares e demais pertences roubados.

Na oportunidade, os policiais civis também localizaram e apreenderam uma motocicleta Honda Biz, que havia sido roubada em Paraíso, na semana passada, e estava sendo utilizada pelo casal para as práticas criminosas, bem como várias porções de maconha, totalizando mais de 300 gramas da droga, já devidamente embalada e pronta para a comercialização.

No hotel, os policiais civis prenderam ainda, Jocimar Batista Pinto, 42 anos de idade o qual, segundo apontaram as investigações, também agia em parceria com Matheus e sua companheira nas atividades criminosas, em Paraíso do Tocantins.

Diante dos fatos, Matheus e Jocimar foram autuados em flagrante por receptação, tráfico de drogas e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis, os indivíduos foram encaminhados à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso (CPPP) onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

A adolescente infratora foi autuada em flagrante por atos infracionais análogos os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação. Ela também possuía em aberto, um mandado de internação o qual foi cumprido. As investigações terão continuidade, pela Polícia Civil, em Palmas, a fim de apurar os supostos roubos cometidos pelo casal, na Capital.