Curtir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr

O IronMan 70.3 acontece no próximo final de semana e mais de 60 palmenses estão se preparando para encarar este desafio. Eles irão nadar, pedalar e correr juntamente com mais de 700 atletas nacionais e internacionais que estarão em Palmas para a prova. E se você precisa de inspiração para começar a praticar esportes confira as histórias destes palmenses determinados: duas irmãs que competem juntas, um pintor e um oftalmologista de mais de 60 anos, que irão participar da competição.

O IronMan é uma competição na modalidade triatlo, que exige muito treino, preparo físico e força de vontade. E motivação é o que não falta na rotina das irmãs Yano que treinam juntas há dez meses com foco nas provas e já competiram nos Estados Unidos e na Itália.

“Somos empresárias e trabalhamos muito, então o esporte alivia a tensão e ajuda no preparo físico para encarar os desafios”, explica Swellen Yano, acrescentando que nadam em média 3 km,  correm 14 km e pedalam 60 km. “Nós treinamos de domingo a domingo, alternando entre as modalidades e contamos com o acompanhamento de um educador físico, para evitar lesões, etc.”, ressalta Swellen. Fora a preparação física, ainda há a preocupação com a alimentação. “Buscamos orientação com nutricionista e mudamos todo o nosso cardápio para ter mais energia e músculos”, destacou a triatleta. Com estas mudanças as duas já perderam mais de 20 quilos cada uma.

O triatleta Sandro da Silva Rios, de 36 anos, também está com uma agenda dura de treinos. Ele que vem do atletismo e já treina há mais de quatro anos para o IronMan 70.3. O atleta costuma ir e voltar de Porto Nacional de bicicleta, totalizando 120 km, correr cerca de 15 km e nadar diariamente no Lago de Palmas. “Eu pretendo representar bem os palmenses e meus colegas de trabalho na infraestrutura. Mostrar que aqui em Palmas tem gente com raça e força”, afirma Rios, que atua como pintor na área de Serviços Públicos da Prefeitura de Palmas.

Sobre a possibilidade de ter sua família na torcida o triatleta afirma que todos na sua casa lhe apóiam e irão assistir a competição. “Esse evento vai ficar na história de Palmas. Sinto que será um sucesso, como foi a edição de 2016”, ressalta o competidor.

Triatlo após os 60

Outra inspiração palmense é o triatleta e oftalmologista Túlio Cesar de Oliveira. Ele participou da primeira prova de triatlo do Brasil, em 1984, no Rio de Janeiro. Após essa estréia, por motivos profissionais, ficou 30 anos afastado deste esporte. O primeiro médico oftalmologista de Palmas afirma ter sentido saudades da adrenalina do triatlo, e aos 60 anos voltou ao esporte. “Em 2014 tomei a decisão voltar ao triatlo para provar que a idade não é fator limitante”, acrescentando mais detalhes de sua história: “E  parece que tudo estava conspirando para que o meu retorno fosse em alto estilo, pois Palmas sediaria, pela primeira vez,uma Prova do Circuito Nacional do Sesc/Trialthlon. Nesta prova eu tive que superar 1.500 metros de natação,  pedalar 40 km e correr  10km, para conseguir cruzar a linha de chegada com tempo de três horas e quarenta e três minutos. Foi fabuloso”, lembra Túlio César.

Em 2015, já com 61 anos de idade, o oftalmologista participou em fevereiro da Prova  Ciclistica “Volta ao Lago”, tendo concluído os 380 km de  Estradão em três dias de pedaladas. “Eu só desejo que minha história sirva de inspiração para muitas pessoas. Assim como tem sido para minha esposa e meus filhos, todos atletas. Vamos aproveitar nossas avenidas, nosso clima, nossas paisagens e praticar mais esportes, é esse o meu desejo.”, explica o oftalmologista.

Túlio César participou de inúmeras provas a partir deste retorno em 2014, conduziu a Tocha Olímpica em 2016 e subiu ao pódio em diversas competições de Brasil afora.

IronMan 70.3

Palmas vai sediar a primeira, das cinco competições previstas para 2017 do IronMan 70.3 no Brasil. Com cerca de 800 atletas inscritos para enfrentar os 1,9 km de natação, 90,1 km de ciclismo e 21,1 km de corrida no próximo dia 23 de abril.

A premiação será de 15 mil dólares e pontos no ranking para os profissionais. Serão ofertadas também 35 vagas para os atletas amadores no Campeonato Mundial Ironman 70.3 2017 em Chattanooga, Tennessee.

Curtir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr