O carro de um motorista da Uber foi barrado por taxistas na saída do aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, na região sul de Palmas, no final da tarde desta sexta-feira (14). O aplicativo de transporte começou a funcionar na capital há cerca de 15 dias e este é o primeiro episódio de conflito registrado até o momento. A Prefeitura de Palmas, inclusive, disse que vai regulamentar o serviço em breve.

A cooperativa de taxis do aeroporto foi procurada pelo G1, mas disse que não iria se manifestar neste momento.

O motorista da Uber, que pediu para não ter o nome revelado, contou que estava saindo do aeroporto quando foi fechado em um trevo da avenida Theotônio Segurado, na região sul de Palmas. Segundo ele, dois taxis pararam na frente e logo depois um outro parou atrás.

“Simplesmente ficaram parados. Buzinei pedindo licença, aí dois homens saíram e vieram na minha janela. Não teve nenhum tipo de agressão, mas eles chegaram colocando o dedo dizendo que eu estava irregular, que já tinham tantos anos de profissão. Disseram que não era para eu voltar mais para o aeroporto”, contou o homem.

Um vídeo registrado pelo passageiro do Uber mostra o motorista ligando para a Polícia Militar, que não chegou a ir no local. “Logo quando eles vieram na janela eu liguei para o 190. Só que eles disseram que não era caso deles e pediram para ligar no 153 (Guarda Metropolitana). Logo depois um dos taxistas da frente abriu caminho e eu sai”, disse.

O homem contou ainda que registrou um boletim de ocorrência no 1º DP da Polícia Civil. “Não cabe a eles dizerem se estamos irregulares ou não. Eu achei que eles fossem fazer alguma coisa no carro, mas não teve nada. Acho que não fizeram nada por causa do passageiro”, finalizou o homem.