O curso de formação dos candidatos aprovados na primeira fase do concurso para provimento do quadro de servidores efetivos do Sistema Socioeducativo da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju) iniciou neste domingo, 15, com a aula inaugural que aconteceu às 19h, no Auditório Principal do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), em Palmas. O objetivo do curso é formar e avaliar os candidatos matriculados para o exercício das atribuições dos cargos que irão exercer. O curso de formação encerará dia 15 de fevereiro.

A secretária de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga, recepcionou os candidatos e falou que além da técnica necessária para trabalhar no Sistema Socioeducativo, é preciso gostar de gente e ter amor.  “Trabalhamos com técnica e amor para encaminhar soluções aos problemas enfrentados. O amor para mim é a premissa fundamental para trabalhar com pessoas em situação de abondono e de vulnerabilidade social. Estou bastante feliz de estar aqui nesse momento compartilhando com vocês a certeza de que o sonho que se sonha junto se torna realidade”, declarou.

Para proferir palestra sobre as “Práticas Socioeducativas: avanços, perspectivas e desafios” na aula inaugural do curso de formação, foi convidado o presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), Simão Bastos, onde destacou que os candidatos “precisam compreender a complexidade do Sistema Socioeducativo, entender o desafio desse sistema e querer estar e ter como missão de sua própria vida trabalhar dentro desse espaço”, destacou.

Solenidade

A mesa de abertura foi composta pela secretaria estadual de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga; pelo presidente da Comissão do Concurso Público para Provimento de Cargos do Quadro da Defesa Social e Segurança Penitenciário, Ricardo José Nogueira; pelo presidente da Comissão Permanente de Seleção da Universidade Federal do Tocantins (Copese UFT), Ronivaldo Veloso Pugas; pelo conselheiro estadual dos Direitos da Criança e Adolescente, Wuesley Félix; e pelo professor doutor Sérgio Ascêncio, representando a reitora da UFT Isabel Auller.

O evento contou ainda com mesa redonda sobre o Sistema Socioeducativo mediada pelo subsecretário de Cidadania e Justiça, Hélio Marques, com a participação da diretora de Proteção da Criança e do Adolescente, Naysãngela Tenório; do professor doutor da UFT, Denilson Castro; da defensora pública, Maria do Carmo Cota; e do presidente da Fasepa, Simão Bastos.

Programação cultural

Durante a aula inaugural aconteceu a exposição de peças artesanais produzidas pelos adolescentes das unidades socioeducativas do Tocantins através de cursos e oficinas com o apoio de parceiros. O evento teve ainda a participação da Orquestra Sanfônica Graciosa de Palmas da Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva que tocou o Hino Nacional Brasileiro e da cantora gospel, Raylane Maciel.

Aulas

Sob responsabilidade da Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da sua Comissão Permanente de Seleção (Copese), o curso de formação será direcionado aos candidatos aprovados na primeira fase do concurso do Sistema Socioeducativo iniciado neste domingo, 15, finalizará em 15 de fevereiro e terão as aulas sendo ministradas no câmpus de Palmas. A aplicação da prova objetiva, após o curso, está prevista para o dia 19 de fevereiro e o resultado final divulgado ainda no dia 10 de março.

Cargos

As vagas do concurso público são distribuídas em nível médio, médio técnico, e superior. Os cargos são: assistente socioeducativo com as funções de técnico de enfermagem e motorista; técnico Socioeducador feminino e masculino; e analista socieducativo dividido em assistente social, pedagogo, psicólogo, advogado, médico clínico, educador físico, enfermeiro, nutricionista, dentista, terapeuta ocupacional.